Publicado em 31/10/2017 as 8:00am

Ex-chefe de campanha de Trump condenado a prisão domiciliar

Os passaportes dos dois foram confiscados.

Ex-chefe de campanha de Trump condenado a prisão domiciliar (REUTERS - Jim Bourg)

Paul Manafort e Rick Gates, incriminados no âmbito do caso "Russiagate", foram colocados em regime de prisão domiciliar. A Justiça estabeleceu uma fiança de US$ 10 milhões para Manafort, que é ex-chefe de campanha de Donald Trump, e de US$ 5 milhões para Gates, que é ex-sócio dele. Os passaportes dos dois foram confiscados.

Manafort foi acusado por crimes como conspiração contra os Estados Unidos e lavagem de dinheiro, segundo a imprensa norte-americana. E a pena prevista podeira chegar a 80 anos de reclusão. O tribunal federal de Washington não informou, até esta segunda-feira (30), quanto tempo Manafort cumprirá no regime domiciliar.

Manafort e Gates se declararam inocentes de todos os crimes dos quais são acusados no caso que apura supostas interferências da Rússia nas eleições norte-americanas de 2016.

Fonte: Com informações da Ansa

Top News