Publicado em 30/11/2017 as 12:00pm

Trump compartilha vídeos antimuçulmanos em seu Twitter

Vídeos foram originalmente publicados por líder da extrema-direita britânica. 'Presidente cometeu um erro', diz premiê britânica Theresa May.

Trump compartilha vídeos antimuçulmanos em seu Twitter Jayda Fransen, vice-líder da organização Britain First, durante protesto em Londres realizado em abril (Foto Daniel Leal-Olivas - AFP)

O presidente Donald Trump compartilhou entre terça (28) e quarta-feira (29) três vídeos antimuçulmanos no Twitter que originalmente foram postados por uma líder de um partido britânico de extrema-direita. A primeira-ministra britânica, Theresa May, repudiou a atitude do presidente americano.

Um dos vídeos mostra o que seria um grupo de militantes islâmicos matando um homem. O outro mostra um suposto imigrante muçulmano batendo num rapaz holandês de muletas. O terceiro vídeo mostra um homem que seria muçulmano destruindo uma imagem de Nossa Senhora.

Os três vídeos foram originalmente postados por Jayda Fransen, vice-líder do movimento ultranacionalista britânico Britain First. Ela publicou os vídeos dizendo que eles vieram de várias fontes online que foram postadas em suas páginas de mídia social.

Jayda Fransen, assim como o chefe do grupo, foi detida em setembro e acusada de causar assédio religioso agravado devido à distribuição de panfletos e à publicação de vídeos na internet durante o julgamento de um caso envolvendo vários homens muçulmanos acusados, e mais tarde condenados, por estupro.

"Os britânicos rejeitam unanimemente a retórica tendenciosa da extrema-direita, que é a antítese dos valores que este país representa: decência, tolerância e respeito. O presidente cometeu um erro", disse o porta-voz da premiê britânica.

Como candidato, Trump defendeu "um veto muçulmano" e, como presidente, emitiu ordens executivas proibindo a entrada de cidadãos de alguns países de maioria islâmica, embora a Justiça tenha parcialmente bloqueado sua entrada em vigor.

Fonte: g1.globo.com

Top News