Publicado em 5/12/2017 as 9:00am

Fechada escola que ensinava mulheres a obedecerem aos homens

Instituto pretendia ensinar as "virtudes femininas". Autoridades fecharam a dita escola, mas há relatos de que possam existir mais na China.

Um vídeo na internet denunciou a existência de uma escola que ensina as mulheres a obedecerem incondicionalmente aos homens. Ensinava porque a instituição foi fechada pelas autoridades de Fushun, no nordeste da China. 

A dita escola tinha como função ensinar as “virtudes femininas” às mulheres, mais precisamente a obediência cega aos homens. Neste instituto, segundo o The Telegraph, as mulheres eram também incentivadas, ou até mesmo obrigadas, a abdicar das próprias carreiras e a aceitar a violência doméstica.

Conforme o jornal britânico, há relatos de mulheres que foram convencidas de que deveriam morrer caso já tivessem feito com sexo com mais de três homens.

As mulheres eram colocadas no instituto pelos maridos ou, em alguns casos, pelos patrões. Segundo o The Global Times, a escola de Fushun não era a única no país a adotar tais métodos.

Fonte: noticiasaominuto.com.br