Publicado em 10/12/2017 as 2:00pm

Advogado de imigração morre após luta contra o Câncer

O advogado especializado em imigração, Paulo José, morreu aos 50 anos de idade após uma...

Advogado de imigração morre após luta contra o Câncer O advogado Paulo deixa saudade entre os amigos.

O advogado especializado em imigração, Paulo José, morreu aos 50 anos de idade após uma intensa luta contra um câncer. Ele nasceu na cidade de Cambridge (Massachusetts), em 1967, e tornou-se conhecido da comunidade brasileira pelos inúmeros casos que defendeu de brasileiros com problemas imigratórios.

Ele cursou a high School de Arlington (MA) e depois recebeu o diploma de bacharel em Ciências Políticas pela Boston University em 1990. Em seguida, ele cursou a Faculdade de Direito na Universidade de Suffolk.

Paulo abriu seu primeiro escritório em Plymouth e depois em Malden, sempre atuando na defesa criminal e especialmente na luta pelos imigrantes. Sua paixão era representar diante da justiça aqueles que chegaram aos Estados Unidos em busca de trabalho e novas oportunidades.

Apesar de ter nascido nos EUA, a língua nativa de Paulo era o português e ele ainda falava fluentemente o inglês e espanhol. Ele era considerado pelas pessoas que conheciam como uma pessoa de coração amável e um espírito generoso, sempre encontrando um tempo para ajudar um cliente, amigo, membro da família ou até mesmo um estranho.

Suas paixões eram a sua fé, família, igreja, amigos e orgulho por suas raízes açorianas. Paulo sempre será lembrado como um marido amoroso, pai e amigo. Ele era casado com Lisa Marie Rosales Moura, pai de Olivia Maria Moura, filho de Joseph R. e Beatriz F. Moura.

O serviço funerário será realizado na Capela New Hope, localizada no 673 Main Street, Norwell (MA), nesta sexta-feira (08), às 10 a.m. O sepultamento ocorrerá a seguir no Cemitério Stetson Meadow, em Norwell.

Danilo Brack, advogado brasileiro, que também atua na área de imigração, escreveu em sua página no Facebook que “Paulo foi advogado de grande personalidade e amável, com um sorriso fácil. Longe de perfeito, Paulo era um amigo e altamente respeitado na comunidade e entre colegas, sempre disponível para ajudar e ensinar. Ele deixa saudades de seu humor rápido e astuto. Paulo completou a sua corrida... descanse em paz com Jesus”.

Fonte: Redação - Brazilian Times

Top News