Publicado em 4/01/2018 as 5:00pm

Vendas de veículos nos EUA registram queda em dezembro

A indústria automotiva dos Estados Unidos sofreu, em 2017, o primeiro declínio das vendas...

A indústria automotiva dos Estados Unidos sofreu, em 2017, o primeiro declínio das vendas anuais de veículos desde a crise financeira há oito anos, já que a demanda voltou a cair após um crescimento notável nos últimos anos. A maioria das grandes montadoras informou, nesta quarta-feira, que suas vendas recuaram em dezembro na comparação com o mesmo mês de 2016, concluindo o ano com um baque no indicador. Para 2018, analistas esperam que as vendas em solo americano caiam ainda mais, abaixo da marca de 17 milhões, o que seria a primeira vez desde 2014 que as vendas não ultrapassam esse nível.

Ainda assim, a forte economia americana poderia melhorar as perspectivas da indústria neste ano. Os ganhos salariais e os empregos historicamente impulsionaram a demanda de novos veículos. Os fabricantes de automóveis também estão reportando preços em nível recorde em meio às baixas taxas de juros e aos baixos custos de gasolina, que são fatores que incentivam as compras por modelos e recursos mais práticos.

A General Motors disse que as vendas de dezembro recuaram 3,3% na comparação com dezembro de 2016, para 308.539 veículos. A maior fabricante de veículos dos EUA registrou ganhos sólidos em pickups e SUVs crossover e vendas recorde registradas no ano em ambas as categorias. A Ford Motor, por sua vez, registrou avanço de 1,3% na comparação anual de dezembro, para 240.910 unidades vendidas. Os resultados incluíram um aumento de 2% nas vendas de caminhões da série F – o modelo mais vendido nos EUA – e um aumento de 8% nas vendas de SUVs. De acordo com a Ford, as vendas de caminhões em todo o ano foram as mais fortes desde 2005.

As vendas da Fiat Chrysler caíram 11%, para 171.946 unidades em dezembro, devido a uma redução planejada nas vendas da frota. As vendas diminuíram na maioria das marcas da empresa, incluindo uma baixa de 12% nas vendas da Jeep, a marca mais conhecida da Fiat Chrysler.

As montadoras japonesas também registraram vendas mais baixas no mês passado. A Toyota Motor apresentou queda de 8,3% na mesma base comparativa, para 222,985 veículos. Já as vendas da Honda Motor caíram 7%, para 149.317 unidades, enquanto a Nissan Motor apresentou declínio de 9,5% nas vendas de dezembro, para 121.847 unidades. Fonte: Dow Jones Newswires.

Fonte: Estadão