Publicado em 11/01/2018 as 1:00pm

Congressistas democratas verão discurso anual de Trump vestidos de preto por vítimas de assédio

Discurso do Estado da União marca o início do ano nos EUA.

Congressistas democratas verão discurso anual de Trump vestidos de preto por vítimas de assédio O Congresso dos EUA, em imagem de arquivo (Foto Jewel Samad-AFP)

Congressistas democratas americanas estão convocando todos seus colegas de Congresso a vestir preto para assistir ao discurso do Estado da União, que o presidente Donald Trump fará no dia 30 de janeiro, em um gesto de solidariedade às mulheres vítimas de assédio e abuso sexual.

O discurso anual do presidente diante de todos os congressistas é um dos momentos que marcam o início do ano nos Estados Unidos. Em geral, a oposição aproveita a ocasião para enviar mensagens simbólicas.

A democrata Jackie Speier convidou pelo Twitter seus colegas democratas e republicanos a se vestirem de preto em solidariedade com as vítimas de "Hollywood, da política, do Exército, da academia, etc".

Na mensagem abaixo, ela afirma: "Minhas colegas no @HouseDemWomen e eu estamos chamando nossos companheiros Membros do Congresso - homens e mulheres, democratas e republicanos - para usar preto no Estado da União deste ano em solidariedade aos sobreviventes de violência/assédio sexual em Hollywood, na política, entre os militares, na academia, etc. #TIMESUP #MeToo."

No ano passado, cerca de 40 congressistas democratas se vestiram de branco, cor que simboliza a defesa dos direitos das mulheres, no âmbito da Marcha das Mulheres, organizada em várias cidades, um dia após Trump ser empossado presidente.

No último domingo, celebridades se vestiram de preto durante cerimônia do Globo de Ouro, para denunciar assédio sexual em Hollywood.

Fonte: Por France Presse