Publicado em 1/03/2018 as 12:00pm

Juiz barra ação contra muro de Trump na fronteira

Gonzalo Curiel, magistrado em um tribunal de San Diego, já foi criticado pelo republicano por causa de sua ascendência mexicana.

Juiz barra ação contra muro de Trump na fronteira (REUTERS - Jose Luis Gonzalez)

Um juiz federal norte-americano rejeitou uma ação movida pelo Estado da Califórnia e por ativistas contra a construção de um muro na fronteira com o México, removendo um importante obstáculo contra uma das principais promessas do presidente Donald Trump.

Gonzalo Curiel, magistrado em um tribunal de San Diego e já criticado pelo republicano por causa de sua ascendência mexicana, rechaçou uma ação que acusava a Casa Branca de "ir além de seus poderes" ao dispensar a aplicação de leis ambientais na construção de protótipos para a futura barreira.

Segundo os denunciantes, a lei que dá ao governo a possibilidade de renunciar a avaliações de impacto ecológico "expirou", mas o juiz desconsiderou o argumento, alegando que não há impedimentos constitucionais para a realização da obra.

A construção do muro, que custará mais de US$ 20 bilhões, ainda precisa do aval do Congresso, mas trata-se de um veredito importante para Trump, já que processos movidos por questões ambientais poderiam atrasar ou bloquear o projeto. Os autores da ação prometem recorrer.

Nascido em Indiana, Curiel já havia sido criticado pelo republicano, ainda durante a campanha eleitoral, por um processo de fraude envolvendo a Trump University, extinta em 2010. Na ocasião, o magnata disse que as decisões do juiz eram tomadas em função de sua origem mexicana.

Fonte: noticiasaominuto.com.br (Com informações da Ansa)

Top News