Publicado em 12/04/2018 as 11:00am

Conselho da ONU deve convocar reunião sobre ameaça dos EUA à Síria

No sábado (7), surgiram relatos que um suposto ataque com cloro, que teria matado até 70 pessoas na cidade de Douma.

Conselho da ONU deve convocar reunião sobre ameaça dos EUA à Síria (Foto: Reuters)

O Conselho de Segurança da ONU provavelmente realizará uma reunião para discutir a possível resposta dos EUA a um suposto ataque de armas químicas na Síria, disse nesta quarta-feira (11) o embaixador da Bolívia na ONU, Sacha Sergio Llorentty Soliz.

"Minha delegação pediu ao presidente do Conselho de Segurança para convocar uma reunião para amanhã — sobre consultas — e também para a presidência pedir à secretaria para informar o conselho sobre a situação — sobre a escalada retórica em relação à Síria e essas ameaças de ações militares unilaterais", disse Soliz. "Então, esperamos que amanhã de manhã tenhamos essa reunião do Conselho de Segurança".

Mais cedo nesta quarta, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, twittou que a Rússia deveria se preparar para abater mísseis novos e "inteligentes" disparados contra a Síria.

No sábado (7), surgiram relatos que um suposto ataque com cloro, que teria matado até 70 pessoas na cidade de Douma, localizada no subúrbio de Damasco, no leste de Ghouta.

Trump acusou Damasco de realizar o suposto ataque com armas químicas e culpou a Rússia e o Irã por apoiarem o presidente sírio, Bashar Assad. O governo sírio negou as alegações de que realizou o ataque químico.

O Ministério das Relações Exteriores russo disse que o objetivo das acusações sobre os ataques químicos é fornecer cobertura para terroristas e justificar o uso de força militar contra Assad. Em 13 de março, as Forças Aéreas Russas alertavam que grupos terroristas no leste de Ghouta planejavam realizar um ataque químico como uma provocação.

Fonte: noticiasaominuto.com.br (Com informações do Sputnik Brasil)