Publicado em 13/09/2018 as 5:30pm

Mulher desenvolve caso raro de 'língua peluda' nos Estados Unidos

O efeito colateral causado por antibióticos é raro, inofensivo e temporário.

A notícia de um caso raro de "língua peluda" registrado nos Estados Unidos impactou muitas pessoas esta semana. Uma mulher de 55 anos, desenvolveu na língua uma infecção de cor negra, essa condição está ligada ao efeito colateral do uso de antibióticos, tabaco ou antipsicóticos.

O relatório, publicado no periódico New England Journal of Medicine, revela que ao ser internada no hospital, a paciente fez uso de um antibiótico chamado minociclina por meio de gotejamento intravenoso, para tratar de uma infecção causada por um acidente de carro.

Uma semana depois, a mulher começou a notar a língua preta, sentir náuseas e reclamava de um gosto ruim na boca. "Por mais assustador que pareça, a parte boa é que é realmente reversível", disse o médico da paciente, Yasir Hamad, da Universidade Washington, em entrevista à CNN.

De acordo com Hamad, existem várias formas de tratar condições como a da mulher norte-americana, como evitar o tabagismo, lavar a língua com escova macia, aumentar a hidratação e salivação, aplicar retinóides tópicos ou ácido salicílico. Dependendo do caso, se for extremo, pode haver cirurgia. Os médicos da mulher, por exemplo, trocaram o antibiótico de sua medicação. Após quatro semanas a língua dela voltou ao normal.

Fonte: Redação - Brazilian Times

Top News