Publicado em 10/09/2014 as 12:00am

Acusado de tráfico é preso e quebra viatura policial

Edmislon Gomes chutou o camburão até derrubar uma das grades

Na quarta-feira da semana passada, o policial Michael Capasso observou passar por ele, na Broadway sentindo Glen Street, um veículo conduzido por Edmilson Gomes. Ao checar o placa, o oficial constatou que a inspeção estava vencida. Em seu boletim de ocorrência, ele relatou que conhecia o motorista e sabia que a sua habilitação para dirigir foi suspensa depois dele ser preso e acusado de posse ilegal de drogas.

Assim que observou Edmilson passando, o policial acionou W. Collette, um oficial que estava mais adiante. Michael pediu para que o colega de trabalho parasse o veículo até a sua chegada.

Quando chegou ao local, Michael pediu para Edmilson sair do veículo e o prendeu por dirigir com a carteira de motorista suspensa. Durante a inspeção, o policial encontrou um grande canivete no bolso da bermuda do suspeito.

O policial disse que percebeu quando o passageiro do veículo deixou uma das mãos cair entre a porta e o banco, na tentativa de esconder alguma coisa. Foi então que ele deu a ordem para que a pessoa colocasse as duas mãos à vista. Ao abrir a porta, o oficial viu que se tratava de uma nota dobrada de US$20. “Baseado no meu treino, além de prisões anteriores e incidentes, eu reconheci que o jeito como o dinheiro foi dobrado, é oriundo de posse de drogas. O dobramento da nota libera seu possessor a carregar o produto sem que seja perdido o conteúdo. Eu abri a nota e observei uma substância em pó branca, que parece ser cocaína”.

O passageiro foi preso o policial o colocou sentado na calçada até concluir a vistoria do veículo. Ele apresentou uma identidade em nome de Vando Macedo, o qual tinha dois mandatos de prisão em seu nome. Depois de uma vistoria minuciosa, o policial encontrou na meia do suspeito, uma pequena um saco plástico com uma substância desconhecida. Quando Michael abriu o pacote, viu que em seu interior tinha um pó branco igual a cocaína.

Enquanto a polícia colocava Gomes no interior do camburão, ele começou a chutar uma parte que separa os preso ao ponto de arrancar dois parafusos. Edmilson foi preso por ameaças de cometer crime, dirigir com carteira suspensa e tentar intimidar uma testemunha.

Fonte: Da Redação