Publicado em 20/10/2014 as 12:00am

Brasileiro pode ser condenado a 20 anos prisão em Massachusetts

Depois da audiência de terça-feira (14), a fiança de Polliano aumentou para $50 mil

Na terça-feira (14), aconteceu na Corte Distrital de Orleans, em Massachusetts, a audiência de pré-julgamento de Polliano Pereira, 30 anos. Ele é acusado de violentar sexualmente uma menor de idade e dar bebida alcoólica à vítima. O brasileiro foi preso no início de setembro e o julgamento começou neste mês de outubro.

A princípio, a fiança foi estipulada em US$10 mil, mas mesmo ele tendo pagado, o Immigration and Customs Enforcement (ICE) o manteve sob sua custódia. A informação foi dada pelo assistente da Promotoria Pública de Cape e Island, Michael Trudeau. “A ideia é iniciar o processo de deportação do acusado, haja vista que ele se encontra em situação irregular no país”, disse.

Mas a Promotoria pediu um aumento no valor da fiança com intuito de mantê-lo preso até a resolução do seu caso. O chefe de Polícia de Brewster, Richard Koch, afirmou que a atitude da “Promotoria foi excelente, pois a deportação seria um alívio para o acusado”. Ele ressaltou que todos querem ver Polliano julgado, condenado e cumprindo pena. Caso o brasileiro seja condenado, poderá pegar até 20 anos de cadeia.

Polliano C. Pereira, cujo último endereço conhecido era Hyannis (Massachusetts), foi preso e acusado de conexão com a agressão sexual de uma menor de idade. O crime teria acontecido no início de setembro, em Brewster, e o suspeito foi identificado depois que os investigadores conversaram com algumas testemunhas.

Depois de identificar o suspeito, os policiais conseguiram um mandado de prisão, mas ao chegarem ao endereço, o brasileiro havia fugido. Diante disso, os investigadores iniciaram um trabalho com a polícia estadual e a New England State Police Information Network(NESPIN). Isso facilitou a busca e o acusado foi encontrado em Somerville.

Fonte: Da Redação