Publicado em 7/11/2014 as 12:00am

Brasileira é encontrada morta em Revere

Patrícia estava no interior de um carro, em um estacionamento de uma agência de carros

Natural de Vitória (Espírito Santo), Patrícia Barros dos Santos, 45 anos, foi encontrada morta na manhã de quarta-feira (05) na cidade de Revere (Massachusetts). Ela estava no interior de seu veículo no estacionamento de uma agência e oficina brasileira que comercializa carros. Segundo as informações de alguns amigos, ela teria ingerido uma quantidade exagerada de remédios para depressão.

No final da tarde de quinta-feira, Rogério, tio da brasileira, foi ao instituto médico legal, em frente ao Boston Medical Center, na cidade de Boston. Ele precisou identificar o corpo para que o processo de liberação fosse iniciado. “Ela estava muito diferente, mas reconheci o nariz e o cabelo dela”, disse bastante abalado.

O tio confirmou que a sobrinha sofria com problemas de alcoolismo e que ela exagerou na dosagem de sua medicação. “Mas eu não acho que ela queria se matar. Patrícia estava bastante abalada depois que teve uma discussão com o seu ex-namorado e ter sido proibida novamente de ver a sua filha”, disse ele.

A capixaba morava sozinha na cidade de Revere e começou a sofrer de depressão depois que seu ex, um norte-americano, conseguiu a guarda da filha e a proibia de vê-la. Rogério afirmou que por várias vezes ouviu a sobrinha falar que preferia morrer a ficar sem ver a filha.

Devido à doença, Patrícia passou a viver a base de uma medicação forte e controlada. Mas ela não conseguiu se livrar do problema com bebidas alcóolicas. “Eu tenho certeza que ela exagerou nos remédios porque estava abalada com uma discussão que teve com o ex. Ela não queria se matar”, disse o tio.

Rogério disse que a brasileira será velada na igreja Metodista de Saugus (MA), na segunda-feira, dia 10, mas não tem a hora certa ainda. Segundo ele, tudo depende da liberação do corpo e dos preparativos. Após o velório, o corpo será transladado ao Brasil e a família espera a documentação que deve ser liberada pelo Consulado-Geral do Brasil. “Isso deve acontecer até quarta-feira da próxima semana”, disse.

Patrícia residia nos Estados Unidos há mais de 20 anos e trabalhava na área de limpeza de casas. Ela morava na cidade de Revere. Rogério disse que as pessoas que quiserem colaborar doando alguma quantia para custear as despesas de translado para o Brasil podem entrar em contato com ele através do telefone (857) 261-8389.

Fonte: Da Redação