Publicado em 7/01/2015 as 12:00am

Imigrante que usou ID de norte-americano é condenado

Richar Steward Cabral Baez, 35 anos, foi condenado por prestar declarações falsas na solicitação de um passaporte, além de fraudar o número de uma conta no Social Security.

Um imigrante indocumentado, que reside na cidade de Dorchester (Massachusetts), foi condenado a 10 anos em uma prisão federal e dois anos de liberdade supervisionada. A condenação foi divulgada no dia 30 de dezembro, e ele enfrentava julgamento por ter usado a identidade de outro homem, na tentativa de obter outros documentos como a carteira de habilitação.

A prisão foi uma ação conjunta entre o Immigration and Customs Enforcement (ICE) e o Benefit Fraud Task Force, que incluiu a Administração do Social Security e o serviço de inspenção do U.S. Postal e o serviço estadual de segurança diplomática.

Richar Steward Cabral Baez, 35 anos, foi condenado por prestar declarações falsas na solicitação de um passaporte, além de fraudar o número de uma conta no Social Security. A Força Tarefa recebeu a denúncia em março de 2013 de que uma pessoa assumiu a identidade de um cidadão dos Estados Unidos.

Depois disso, um grupo de agentes iniciou uma investigação que mostrou a fraude cometida e que Cabral assumiu a identidade de dois norte-americanos.

O ICE apresentou uma solicitação de custódia, haja vista que o imigrante vive ilegalmente nos Estados Unidos. “A utilização fraudulenta de documentos, tanto reais como falsificados, representa uma ameaça a segurança da nossa nação”, disse Bruce Foucart, agente especial do HSI em Boston.

Fonte: Da Redação