Publicado em 26/01/2015 as 12:00am

Brasileiro é preso por agredir o filho e a esposa em Framingham

Segundo os investigadores, a mulher relatou aos policiais que o seu marido estava gritado com o garoto por volta das 5:30 p.m. e decidiu puni-lo quebrando o aparelho de vídeo game e todos os jogos.

Um homem que mora na cidade de Framingham (Massachusetts), chutou e bateu em seu filho na quinta-feira (22). Ele estaria irritado pelo fato do menino ter mordido um professor. As informações foram divulgadas pelas autoridades locais.

Trata-se do brasileiro Júlio Silva, 45, que também bateu em sua esposa quando ela tentou impedi-lo de destruir o vídeo game do garoto, de acordo com o relatório policial entregue à Corte Distrital de Framingham, na sexta-feira (23).

Segundo os investigadores, a mulher relatou aos policiais que o seu marido estava gritado com o garoto por volta das 5:30 p.m. e decidiu puni-lo quebrando o aparelho de vídeo game e todos os jogos.

a mulher tentou impedi-lo, mas Júlio deu um tapa no rosto dela e a empurrou para longe. Então ele chutou o menino duas vezes nas nádegas e também bateu no rosto dele. O menino disse à policia que os chutes “doía tanto que ele sentiu vontade de vomitar”.

Depois de ouvir a denúncia, a polícia foi atrás de Júlio, na Union Avenue, mas ele não estava lá. Os policiais deixaram uma intimação e o brasileiro foi até o Departamento de Polícia por conta própria. O acusado disse à polícia que bateu em seu filho, mas negou tê-lo chutado.

A polícia prendeu o brasileiro e o acusou de lesão corporal e agressão com arma perigosa (pé). Ele também foi indiciado por agredir uma criança com menos de 14 anos de idade, violência doméstica e destruição de propriedade no valor de US$250.00.

Na sexta-feira (23), durante a sua audiência na Corte de Framingham, o brasileiro se declarou inocente e foi colocado em liberdade mediante o pagamento de uma fiança no valor de US$200.00, Júlio deverá ter um prejulgamento no dia 13 de março.

Fonte: Da Redação

Top News