Publicado em 9/12/2015 as 12:00am

Brasileiro ameaça esposa e filha com uma faca em Ashland (MA)

A discussão começou porque a esposa acusou o marido de estar roubando dinheiro dos filhos para comprar bebidas alcóolicas

Um homem ameaçou a sua esposa e a filha adolescente com uma faca, neste domingo (06), na cidade de Ashland (Massachusetts). Em seguida ele se escondeu em um galpão, segundo informou a promotoria, durante uma audiência no Tribunal Distrital de Framingham (Massachusetts), na segunda-feira (07).

Segundo o que a mulher e a filha informaram aos policiais, Roberto Pacheco estava embriagado e com raiva quando pegou uma faca de 15 polegadas, na cozinha, e ameaçou as duas. A Promotora Megan Fitzpatrick relatou tudo o que aconteceu e ouviu das vítimas. "Quando os policiais confrontaram Pacheco, ele ignorou várias ordens para largar a faca", disse. "Eles precisaram jogar spray de pimenta nele", continuou.

A esposa relatou aos policiais que marido estava bebendo por quatro semanas seguidas depois que foi demitido do emprego. Ela disse que ele gastou todo o dinheiro em bebida e estava roubando o dinheiro dos filhos para continuar a comprar mais, o que gerou a discussão.

Roberto Pacheco foi preso e foi acusado por duas agressões com uma arma perigosa (faca) e violência doméstica, além de resistir à prisão. A Promotora pediu à juíza Martine Carroll que determinasse a fiança do brasileiro no valor de $2,500.

Já o advogado de Pacheco alegou que a juíza deveria enviar o seu cliente para um hospital de reabilitação para tratar de seu problema com bebidas.

A Juíza decidiu encaminhá-lo para um programa de reabilitação, em regime de internamento. Ela também ordenou que Pacheco retorne ao Tribunal, após cumprir o tratamento, para uma análise e possível liberação do programa.

Carrol também ordenou que ele mantenha-se longe de sua esposa e da filha, mas pode telefonar ou enviar e-mail para manter contato com elas.

 

Dados alarmantes

A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou recentemente o Relatório Global sobre Álcool e Saúde, que traz informações sobre o consumo de álcool no mundo e avalia os avanços realizados nas políticas do álcool desde a publicação das Estratégias Globais para Redução do Uso Nocivo do Álcool.

O álcool é consumido praticamente em todo o mundo. Globalmente, estima-se que indivíduos com idade de 15 anos ou mais consumiram em torno de 6,2 litros de álcool puro em 2010 (equivalente a cerca de 13,5g por dia). O alcoolismo tem sido responsável por muitas mortes por doenças, brigas entre famílias, assassinatos, entre outros. 

O uso nocivo do álcool é um dos fatores de risco de maior impacto para a morbidade, mortalidade e incapacidades em todo o mundo, e parece estar relacionado a 3,3 milhões de mortes a cada ano. Desta forma, quase 6% de todas as mortes em todo o mundo são atribuídas total ou parcialmente ao álcool. No gráfico abaixo, é possível verificar as principais doenças e prejuízos associados ao álcool em diferentes níveis:

Fonte: Redação

Top News