Publicado em 6/02/2008 as 12:00am

Democrata Hillary e republicano McCain vencem Superterça dos principais Estados americanos

A democrata Hillary Clinton e o republicano John McCain ficaram mais perto de serem indicados por seus partidos como candidatos à presidência dos Estados Unidos.

 A democrata Hillary Clinton e o republicano John McCain ficaram mais perto de serem indicados por seus partidos como candidatos à presidência dos Estados Unidos. Eles venceram a disputa do Estado mais importante da "Superterça", a Califórnia.

Hillary venceu ainda naqueles com maior número de delegados: além da Califórnia, Nova Jersey e Nova York (que representa no Senado). Mais de 20 Estados tiveram votação na disputa presidencial dos Estados Unidos nesta terça.

Com esse resultado, HIllary ficou à frente do rival Barack Obama, depois de vê-lo começar as apurações na dianteira, vencendo em Estados importantes como Illinois (ele é senador pelo Estado) e Geórgia.

A Califórnia, contudo, era o Estado que gerava maior expectativa por contar com 441 delegados, do total de 2.025 que um pré-candidato democrata precisa para ser indicado pelo partido.

Mas a complexa distribuição de delegados pelo Partido Democrata, que costuma fazer uma divisão proporcional de acordo com o voto popular, deve manter a situação indefinida, mesmo depois da "Superterça", como o próprio presidente do partido afirmou, em entrevista à "MSNBC". "Isso não vai ser decidido esta noite", disse Howard Dean.

Os delegados serão responsáveis pela indicação oficial do candidato durante as convenções partidárias. A democrata está marcada para a semana de 25 a 28 de agosto, em Denver, no Colorado. A convenção republicana será de 1º a 4 de setembro, em Minneapolis, Minnesota.

Hillary falou com seus apoiadores em Nova York, pouco antes do fim da votação na Califórnia, dizendo que "depois de sete anos de um presidente que dá ouvidos apenas a interesses especiais, vocês estão prontos para uma presidente que traz seus valores e seus sonhos para a sua Casa Branca."

Fonte: (uol.com.br)