Publicado em 9/07/2014 as 12:00am

Romário solta verbo contra tudo e todos depois de "luto"

Deputado aproveita momento para pedir criação da CPI da CBF, uma de suas lutas. No Facebook, sobraram ainda críticas à Dilma, ao Congresso, aos cartolas e (um pouco) à seleção

São Paulo – Depois de passar por um “luto” de menos de 24h pela derrota da seleção brasileira na semifinal da Copa do Mundo, o ex-jogador e deputado federal Romário (PSB) aproveitou o momento delicado para soltar o verbo contra tudo e todos no começo da tarde desta quarta-feira. Em sua conta no Facebook, ele pede que finalmente seja criada uma Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar casos de corrupção na Confederação Brasileira de Futebol (CBF), uma de suas bandeiras.

“Vivemos uma crise no nosso esporte mais amado, chegamos ao auge dela. Acha que isso é problema só dos jogadores ou do Felipão? Nem de longe”, escreveu ele no Facebook (veja publicação ao final).

“Nosso futebol vem se deteriorando há anos, sendo sugado por cartolas que não têm talento para fazer sequer uma embaixadinha. Ficam dos seus camarotes de luxo nos estádios brindando os milhões que entram em suas contas”, afirmou ele ainda.

Romário reclama do que ele chama de falta de apoio da presidente Dilma Rousseff e do presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, na instalação da CPI.

Também deu “bronca” nos times e nas federações de futebol que mantém a concentração de poder nas mesmas pessoas na CBF.

E ainda sobrou para o próprio Congresso, que ele diz ser responsável por anistiar dívidas bilionárias de clubes e não obrigá-los a uma gestão mais transparente e pautada em obrigações.

Fonte: EXAME.COM