Publicado em 18/07/2014 as 12:00am

Obama pede para MA abrigar crianças indocumentadas

O Governador de Massachusetts, Deval Patrick, anunciou nesta quarta-feira (17), que o presidente Barack Obama pediu para que ele ajudasse a abrigar algumas das milhares de crianças que entraram ilegalmente e sozinhas nos Estados Unidos

O Governador de Massachusetts, Deval Patrick, anunciou nesta quarta-feira (17), que o presidente Barack Obama pediu para que ele ajudasse a abrigar algumas das milhares de crianças que entraram ilegalmente e sozinhas nos Estados Unidos através da fronteira com o México. “A administração dele nos procurou e perguntou se tínhamos condições de ajudar, mas não nos informaram a quantidade”, disse.

Deval Patrick disse, ainda, que não sabe se o Estado terá condições de ajudar, pois estão avaliando a capacidade e quais seriam as circunstâncias destas crianças. “Não ficou claro o que o presidente quer realmente”, explica. “Não se trata de trazê-los para as vizinhanças ou famílias individuais”, continua.

Patrick disse que encontrar abrigo para as crianças desacompanhadas representa uma “crise humanitária” e que sente, portanto, a necessidade de ajudar. “Nós temos que compreender a dimensão do que está sendo solicitado, mas eu posso dizer-lhes pessoalmente que eu não penso como ‘commonwealth’ (parte da União) que possamos virar as nossas costas para as crianças que fogem de situações desesperadoras”, disse ele.

Crianças desacompanhadas, oriundas da América Central, têm chegado à fronteira dos EUA com o México aos milhares, com o total de 90 mil estimados para chegar até o final do ano fiscal em 30 de setembro, segundo a agência de notícias The Associated Press.

Outros relatórios afirma que algumas crianças estão tentando entrar nos EUA encorajados pelos rumos que, uma vez no país, elas poderão ficar. Obama pediu ao Congresso a liberação de US$ 3.7 bilhões em fundos de emergência para resolver a situação na fronteira. Em contrapartida, os legisladores republicanos pressionam a favor da diminuição da quantia.

No passado, Massachusetts já ofereceu abrigo temporário em situações de crise. Em 2005, pessoas evacuadas nas áreas afetadas pelo furacão Katrina foram abrigadas no Camp Edwards em Cape Cod até que fossem alocadas em residências permanentes.  Alguns xerifes no estado demonstraram preocupação com a questão migratória, especialmente depois que agentes federais de imigração anunciaram voos repletos de imigrantes indocumentados enviados recentemente para os aeroportos Hanscom Field na cidade de Bedford e Logan Internacional em Boston.

Fonte: Da Redação do Brazilian Times