Publicado em 11/10/2014 as 12:00am

Governo brasileiro cancela Consulados Itinerantes

Três dias depois das eleições presidenciais, o Governo do Brasil tomou uma atitude radical e polêmica.

Três dias depois das eleições presidenciais, o Governo do Brasil tomou uma atitude radical e polêmica. Através da Secretaria de Estado das Relações Exteriores, os consulados gerais informaram o cancelamento das sessões itinerantes que aconteceriam em Peabody (dia 11) em outras localidades de Massachusetts.

Mas o cancelamento não aconteceu somente em Massachusetts. Nos sites dos órgãos em New York e Connecticut, também foi publicado o aviso de cancelamento das sessões itinerantes.

A notícia deixou a comunidade revoltada, pois estas sessões eram umas das poucas atividades realizadas pelo Consulado para atender brasileiros que moram longe dos escritórios dos órgãos.

Alguns ativistas criticaram a decisão do governo e analisam isso como uma represália e perseguição porque a presidenta Dilma Rousseff perdeu as eleições nos referidos estados. Dario Galvão, que é membro do Conselho de Cidadãos, ligou para o Itamaraty com o objetivo de saber o que estava acontecendo. Mas segundo ele, ninguém no órgão soube informar de onde veio a ordem de cancelamento e os motivos para tal.

O que se sabe é que milhares de brasileiros serão prejudicados com esta decisão. Isso porque eles moram distante de onde ficam os postos consulares e com isso não dispõem de tempo para regularizar as documentações.  

Nos sites, os consulados informaram que o cancelamento de todas as sessões itinerantes se deve a “motivos administrativos”, mas a questão é que aconteceu bem na época em que as eleições acontecem, com derrota para a presidenta.

Fonte: Da Redação