Publicado em 12/11/2014 as 12:00am

Governador eleito de MA mostra sentimento anti-imigrante

No início desta semana, o governador eleito por Massachusetts, o Republicano Charlie Baker já "soltou as garrinhas" contra a comunidade imigrante neste estado.

No início desta semana, o governador eleito por Massachusetts, o Republicano Charlie Baker já “soltou as garrinhas” contra a comunidade imigrante neste estado. Enquanto o atual chefe do executivo, Deval Patrick, tenta liberar a carteira de motorista para indocumentados, Baker disse que veta qualquer projeto semelhante.

Ele disse que “não apoia a carteira de motorista para pessoas que estão em situação ilegal”. A afirmação foi feita durante o programa de rádio do Boston Herald, o “Morning Meeting”, na manhã de segunda-feira, (10). O Governador eleito ressaltou que oferecer este documento para indocumentados não vai ajudar na segurança pública do país.

A notícia deixou a comunidade imigrante alvoroçada, pois o atual governador Deval já tinha recebido carta branca do presidente Barack Obama para elaborar um plano que concedesse carteira de motorista para os indocumentados. Os ativistas esperam que ele aja o mais rápido, antes do novo governador ser empossado.

O novo governador de Massachusetts é considerado pela maioria dos ativistas como “anti-imigrante” e em várias reuniões deixou claro que não tem propostas para os indocumentados. Baker chegou a afirma que o Estado deve tomar medidas para excluir os imigrantes indocumentados do direito a habitação pública.

Para ele, os cidadãos e imigrantes que estão legais no país devem ter a preferência e serem colocados na frente da lista de espera. “Eu reconheço que somos uma nação de imigrantes”, disse Baker. “Eu valorizo ​​a diversidade criada pela imigração legal, que continua a moldar a nossa comunidade de maneira positiva”, continua. “Mas é preciso resolver de uma vez por todas a questão de quem está ilegal no país, pois eles não podem continuar tendo acesso aos mesmos direitos que nossos cidadãos”, concluiu.

A vice-governadora eleita, Karyn Polito, também tem um histórico de votos contra a comunidade imigrante. Quando foi deputada, ela votou a favor de um projeto de lei que exigia prova de cidadania para conseguir benefícios do Estado, incluindo o MassHealth. Ela também votou a favor de um projeto que obrigava a Procuradoria Geral do estado a criar uma linha 24 horas para que cidadãos pudessem denunciar imigrantes indocumentados. Os dois projetos não foram aprovados.

Em um debate no ano de 2010, Charlie Baker afirmou que  a culpa pelos casos de violência no estado era dos imigrantes e que é contra a  in-state tuition ou qualquer subsídio público para os indocumentados.

Ao ser questionado qual seria a sua proposta para fortalecer a segurança em Massachusetts, ele relacionou criminosos e gangs com os imigrantes. “Eu realmente acredito que deveria haver uma conversa entre o governo federal, o governo do estado e a polícia em torno de um monte de problemas associados com gangues e drogas. Incluindo-se o uso de status de imigração como um mecanismo para ir contra a lei, são  desordeiros nacionais, causam grandes problemas nas comunidades, é preciso que criemos um dispositivo para enviá-los de volta para onde eles vieram, e enfim possam parar de aterrorizar as pessoas na nossa vizinhança ", afirmou ele, demonstrando que realmente não simpatiza muito com os imigrantes do estado.

Fonte: Da Redação