Publicado em 12/07/2016 as 10:00am

Rio-2016 convida Dilma e Lula para abertura dos Jogos

Com um processo de impeachment ainda correndo, dirigentes do COI admitem que torceram para que a decisão final sobre o mandato de Dilma pudesse ocorrer depois do evento no Brasil.

Os organizadores dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro enviaram um convite oficial para que presidente afastada, Dilma Rousseff, esteja na abertura do evento, no dia 5 de agosto. A carta, que foi mandada nesta segunda-feira, foi confirmada ao Estado pela direção do Comitê Rio-2016. Por enquanto, segundo os organizadores, Dilma não respondeu.

Além de Dilma, uma carta similar também foi enviada para todos os ex-presidentes brasileiros, incluindo Luiz Inácio Lula da Silva, Fernando Henrique Cardoso e Fernando Collor de Mello, além de José Sarney.

Há duas semanas, o presidente interino, Michel Temer, indicou que não iria se opôr ao convite feito a Dilma e aos demais nomes que ocuparam o cargo no Palácio do Planalto.

Temer, que irá também receber outros chefes-de-estado, terá a incumbência de declarar aberto os Jogos Olímpicos. Mas falará de seu camarote, sem descer até o gramado.

O COI também deixou claro que essa decisão de quem estaria na sala VIP do Maracanã na abertura, no dia 5 de agosto, caberia "aos brasileiros".

"Mas o COI tem trabalhado muito bem com o governo de Dilma Rousseff e estamos trabalhando com a mesma cooperação e respeito com o presidente Michel Temer", disse Thomas Bach, presidente do COI no final de junho ao ser questionado pelo Estado.

"Isso mostra que os Jogos vão além da política e que é um projeto que unifica o país", afirmou Bach. "Eu ficaria feliz em ver Rousseff durante os Jogos", disse.

Com um processo de impeachment ainda correndo, dirigentes do COI admitem que torceram para que a decisão final sobre o mandato de Dilma pudesse ocorrer depois do evento no Brasil.

Fonte: http://www.msn.com/