Publicado em 8/08/2014 as 12:00am

Depressão, um mal que afeta muitos brasileiros nos EUA

Conselheira Pastoral explica as causas e como se livrar deste mal que assola milhões de pessoas em todo o mundo

Na atualidade, existem males que estão se espalhando pelo mundo, destruindo famílias e causado mortes. O mundo está se tornando um caldeirão de estresse e isso tem gerado as ditas “doenças da alma”. São elas: Depressão, angústia, distúrbio bipolar, síndrome do pânico e outras fobias.

Especialistas no assunto asseguram que o melhor remédio é o tratamento da alma. É neste sentido que trabalha a Pastora Iracema, a qual atende pacientes brasileiros com apresentam os mesmos problemas. Ela é uma Conselheira Pastoral, com licença para atuar no estado de Massachusetts.

A Conselheira Pastoral Iracema não é uma psicóloga, mas estudou psicologia e conseguiu sua licença para trabalhar na área. Ela explica que o seu trabalho é baseado na Bíblia sagrada e que introduz a psicologia calcado nos conceitos bíblicos. “Nós atendemos casais em contendas e querem se reconciliar para evitar o divórcio, casos pré-nupciais, traumas de infância, entre outros problemas", disse.

Explica muitos brasileiros que vivem nos EUA passam por este tipo de doença devido à distância da família e ao fato de serem obrigados a aprenderem uma nova cultura. Outro problema que, segundo a Conselheira, pode levar à depressão e os demais males é a falta de perdão, acúmulo de mágoas e ressentimentos, ódio, entre outros. “Estas coisas vão acumulando e se tornam grande quando são colocadas para fora”, explica.

Segundo Iracema, muitos brasileiros se fecham em seus lares, se tornam antissociais e isso acaba agravando ainda mais os problemas. “Quem escolheu viver neste país acabou se distanciando dos familiares e amigos e isso gera uma perda de origem e da base familiar. Esse é outro que pode gerar depressão”, continua.

Ela já atendeu casos dos mais diversos, entre eles filhos que foram abusados sexualmente pelos pais, pessoas com paranoia que acham estarem sendo filmadas a todo instante e outras que ouvem vozes constantemente.

Para a Conselheira, quando o ser humano perde o principal referencial, que é a família, se torna mais vulnerável a estes males. “Quando temos a nossa base, podemos voar, mas sempre voltamos para o aconchego do lar”, explica.

TRATAMENTO

Iracema explica que o passo mais importante para que uma pessoa se cure da depressão ou outro mal já citado, “é reconhecer que está passando por esta fase de solidão e que está doente”. A Conselheira acrescenta que muitas pessoas sentem medo de ir a um psicólogo e serem vistas como loucas pelos seus amigos. “Mas não é isso. A nossa mente adoece e precisa de tratamento. Isso não significa que você está louco”, continua.

Por isso, segundo ela, é muito importante vencer a barreira do preconceito e buscar ajuda e apoio de algum profissional. “Uma pessoa que reconhece que está doente e vence o medo de ir a um psicólogo ou conselheiro, já deu o passo mais importante para vencer a doença”, fala ressaltando que as críticas sempre existirão, mas que o paciente deve ser forte.

CONTATO

As pessoas interessadas em saber mais sobre estas doenças ou marcar uma consulta com a Conselheira Iracema, é só ligar no telefone no telefone (617) 413-6489 (Lighthouse Christiane House Maldem). Ela atende voluntariamente toda quarta-feira, na Igreja Batista Vida Nova, na cidade de Framingham, em Massachusetts. “Se a pessoa precisar de um tratamento mais intenso e profundo, nós a encaminhamos para o nosso escritório”, conclui.

Fonte: Redação Brazilian Times