NEWSLETTER
Cadastre seu e-mail e receba notícias, promoções...
BT NEWSPAPERS
clique e baixe
Massachusetts | Edição: BT Virtual 48 / Publicação: 17 de abril
New York | Edição: 1715 / Publicação: 14/04/2014
BT MAGAZINE
BT Magazine | Edição: MAIO / Publicação: 2012
EXCHANGE RATES
Editorial - World News
AUMENTAR FONTE
Filha de milionário é condenada por ser motorista de saques em Londres
05 de abril de 2012.
 


Laura Johnson, de 20 anos, filha de um milionário britânico, foi condenada nesta quinta-feira por ter atuado como motorista durante as manifestações e saques ocorridos em agosto de 2011 em Londres, quando a região central da cidade foi tomada por uma onda de tumultos.

Um júri popular decidiu pela condenação por roubo, já que os manifestantes que ela conduziu em seu carro roubaram mais de 5 mil libras (cerca de R$ 14 mil) em eletrônicos.

De três acusações, Laura foi absolvida de uma e condenada por outra, e o júri ainda decidirá sobre uma terceira, antes que a Justiça chegue a uma sentença.

Ela nega as acusações e diz que foi coagida pelos manifestantes. Em seu depoimento à corte, ela reiterou a versão de que teria ido à casa de um dos jovens para entregar-lhe um objeto, e foi surpreendida quando ele e outros rapazes entraram em seu carro e lhe deram ordens de dirigir.

Laura afirma que não tinha de condições de dizer não para um dos envolvidos na ação, conhecido como "T-Man", que ela tinha acabado de conhecer.

Joias

Semanas atrás, Laura disse à polícia que os manifestantes que estavam em seu carro sugeriram que ela roubasse joias.

"Um dos garotos disse que nós deveríamos assaltar joalherias e ele disse, 'Laura, quer ir para casa com um colar de 10 mil libras (R$ 28 mil) hoje?'", contou .À polícia, ela disse ter recusado a ideia.

Laura afirma que, na noite dos crimes, foi até a casa de "T-Man", também conhecido como "D-Man" ou "Sylar", para entregar a ele um carregador de celular. Pouco após chegar ao local, ele e outros rapazes entraram no carro e deram ordens de que ela dirigisse.

Por cerca de duas horas, ela dirigiu por diferentes pontos de Londres, conforme era instruída pelos rapazes que passavam por lojas, furtando eletrônicos como televisões.

A jovem disse à Justiça que tinha se planejado somente para entregar o carregador para "T-Man" e que jamais imaginou que dirigiria pelas ruas da capital britânica em meio aos tumultos.

"Não tive a impressão de que eles fossem o tipo de pessoa para quem você pode dizer não. Obviamente, esta não era a maneira como esperei que meu dia fosse transcorrer. Não foi algo que eu planejei fazer", afirmou a jovem.
(da uol)
Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar essa matéria
Envie seu comentário preenchendo
o formulário abaixo.
>> Outras notícias
Copyright © 2008 Brazilian Times. Todos os direitos reservados.
É permitida a reprodução de matéria e foto desde que citada a fonte: Braziliantimes.com

Produzido e gerenciado por: Midtech.