Publicado em 17/04/2015 as 12:00am

Boston City Futebol Clube é lançado por dois brasileiros

Em meio a uma comunidade brasileira tão numerosa e diversificada, é fácil entender a grande rivalidade de torcidas encontrada aqui em Massachusetts.

Em meio a uma comunidade brasileira tão numerosa e diversificada, é fácil entender a grande rivalidade de torcidas encontrada aqui em Massachusetts. Exceto quando a seleção entra em campo, não há acordo, os torcedores vão se provocar mutuamente. A confusão se intensifica ainda mais em época de Brasileirão e não há quem resolva. Bom, não havia.

Em uma parceira de Renato Valentim e Palhinha, nasce no dia primeiro de abril o Boston City Futebol Clube. Embora a data seja suspeita, o clube é real e já está se programando para disputar a terceira divisão do campeonato nacional, já em 2016. “Todo brasileiro, acredito eu, tem esse sonho, de se ligar ao futebol de alguma forma, seja como jogador, ou seja como for. Então juntando isso ao crescimento do esporte nos EUA e com a chegada do Palhinha, que foi um pontapé crucial para o desenvolvimento da ideia, vimos a oportunidade perfeita para começar”, afirma Renato, fundador do time. Apesar dos planos de começar apenas em 2016, o Boston City Futebol Clube já foi convidado pela Federação Bahiana de Futebol para disputar em Salvador o Bahianão (Sub 15), no dia 2 de julho, e o Campeonato Mineiro (Sub 17) pela Confederação Mineira de Futebol, no dia 8 de julho.

Outro nome de peso que vai fortalecer a equipe é o veterano Ademir Antonio de Carvalho, com mais de 27 anos de futebol e 13 títulos no currículo, foi escolhido a dedo para ser o técnico da equipe. Palhinha, também ex-jogador, vencedor de 31 títulos e atual presidente do Boston City FC, dispensa apresentações para muitas pessoas, mas vale notar que o veterano, natural de Carangola, nasceu há apenas 74 km de distância de Renato, este natural de Manhuaçu, e ambos só vieram a se conhecer mais de 40 anos depois, aqui em Massachusetts, há milhares de quilômetros da terra natal. Muito além de coincidências, essa parceria só foi possível devido ao grande trabalho e experiência de Palhinha, hoje técnico há mais de 8 anos, e a visão de negócios de um empresário de sucesso como Valentim.

Dono de mais de 10 restaurantes na grande Boston e cidades circunvizinhas, Renato Valentim começou trabalhando no Brasil em uma loja de varejo, onde empilhava e armazenava caixas. Pouco tempo depois, em 1998, já na posição de gerente de uma franquia maior, decidiu tentar a sorte nos Estados Unidos com o objetivo de fazer 100 mil dólares e voltar ao Brasil. Começou lavando pratos em um restaurante e foi crescendo dentro da empresa, chegando a trabalhar em todas as posições até que então na posição de gerente, decidiu abrir seu próprio restaurante. A jornada de chegar ao país e abrir seu primeiro negócio levou seis anos, e em 2004 a primeira “Tavern in the Square” foi lançada. A segunda levou apenas um ano, e assim sucessivamente até o número atual de dez franquias. “Eu fazia de tudo dentro do restaurante, aprendi a fazer entrega, a fazer a gestão, estudei muito, nunca parei de estudar desde que cheguei aqui, desde barman até piloto de avião”, relata o empresário que já confidencia o lançamento de mais três franquias.

Os interessados em jogar para o Boston City Futebol Clube devem participar da peneira que será realizada em janeiro e fevereiro em datas que serão anunciadas em breve, “o interesse nosso é de fazer o time com pessoas daqui, seja americano, seja brasileiro, seja hispano, seja o que for, mas que seja da região; queremos o Boston City realmente 'Boston City'” afirma Palhinha, Presidente do Clube.

Fonte: Da Redação do Brazilian Times | Texto de Josue Dias